Ativos e Passivos financeiros: Saiba e que são e conheça suas diferenças

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Você está gerando receitas ou gastos quando tira o dinheiro da conta corrente?  Entender o que são os ativos e passivos financeiros é fundamental para responder essa pergunta e gerir melhor suas finanças pessoais. Fazendo a divisão correta entre ativos e passivos permite ter controle dos seus ganhos e gastos.

 

Ativos x Passivos financeiros

Ativos são bens ou posses que geram retorno para uma pessoa ou empresa, como investimentos em títulos públicos, privados, ações ou criptomoedas, por exemplo. Já os passivos financeiros são tudo aquilo que, apesar de nos proporcionar algo, não geram lucros apenas gastos, como aluguel, energia etc.

Um carro pode ser fruto de um investimento financeiro, mas ainda assim não é um ativo já que ele gera custos fixos como mecânico, combustível. Ele se torna um ativo caso você o utilize de forma que te traga algum lucro, como motorista de aplicativo, por exemplo.

É preciso diferenciar esses conceitos para ter um equilíbrio financeiro, seja pessoal ou para sua empresa. Para isso, os seus custos não devem ultrapassar seus ganhos, ou seja, você não pode gastar mais do que você ganha.

 

A importância de diferenciá-los

Saber a diferença e ter controle sobre os ativos e passivos financeiros pode te ajudar a conseguir atingir suas metas. Separar esses dois conceitos é a melhor forma para saber exatamente o que gera gastos e a melhor maneira para você conseguir economizar.

Além disso, as subcategorias dos ativos e passivos ajudam a gerenciar e categorizar seus bens, como veremos abaixo:

 

Tipos de ativos financeiros

Ativos que geram renda: Como o próprio nome diz, esse tipo de ativo proporciona uma renda frequente, como é o caso de ações que geram dividendos mensais, fundos imobiliários ou até mesmo um imóvel que você recebe pelo aluguel.

Ativos de reserva: Esse ativo está relacionado a guardar dinheiro para possíveis emergências ou apenas para ter uma segurança financeira. Aqui se encaixam investimentos com alta liquidez pois o objetivo é serem usados quando houver alguma necessidade imediata. São exemplos de ativo de reserva os títulos públicos com rendimento pré-fixado.

Ativos de crescimento: Nesse caso, os ativos possuem o objetivo de render a longo prazo, estamos falando de investimentos com maior volatilidade, mas que proporcionam um rendimento melhor. Como é o caso de investimentos em criptomoedas.

 

Tipos de passivos financeiros

Podemos classificar os passivos financeiros em quatro categorias:

Passivo a descoberto: nesse caso as dívidas são maiores do que os ganhos com ativos;

Passivo circulante: é tudo aquilo que deve ser pago em breve, como empréstimos, por exemplo;

Passivo fictício: são os custos que já foram pagos e não entram mais na balança;

Passivo não-exigível: refere-se aos passivos que não devem ser obrigatoriamente pagos. Em uma empresa seria como bônus para funcionários, por exemplo.

 

Equilíbrio entre eles

Agora que diferenciamos e categorizamos passivos e ativos financeiros é hora de olhar para sua realidade, ou da sua empresa, e traçar uma estratégia para alcançar um equilíbrio financeiro.

O primeiro passo é fazer um controle sobre todos os seus gastos, ou seja, os passivos financeiros. Anote tudo em uma planilha, aplicativo ou até mesmo em um caderno. É importante ter ciência de para onde está indo seu dinheiro para você conseguir identificar onde os custos podem ser cortados ou reduzidos.

É preciso também compará-los a sua receita. Como dissemos anteriormente, os custos não podem ser maiores do que seus ganhos. Ter uma reserva de emergência pode ser uma boa solução para não ficar sob controle apenas dos passivos e conseguir colocar os custos em dia caso sua renda não seja o suficiente durante um período de emergência.

Por último, mas não menos importante, é preciso conhecer as opções de ativos disponíveis no mercado já que dessa forma você consegue aumentar sua receita. Portanto, sempre que sobrar um dinheiro no fim do mês, tente sempre transformá-lo em um ativo financeiro (como um investimento, por exemplo) e não em um passivo financeiro (como uma pizza, por exemplo).

Aqui na Yappi, trabalhamos com investimentos automatizados em criptomoedas. Essa é uma ótima opção para você investir nesse mercado, que mais cresce nos últimos tempos, mesmo sem ser um expert sobre o assunto. Entre em contato e venha saber mais sobre nossos serviços.

 

 

Leia também:

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Assine nossa newsletter

Fique por dentro das novidades do mundo cripto e outros investimentos.