Pizza Hut passa a aceitar pagamento com bitcoin na Venezuela

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Agora é possível pagar com bitcoin e altcoins em qualquer Pizza Hut da Venezuela, uma vez que firmaram parceria com a plataforma de pagamento Cryptobuyer.

A famosa pizzaria se junta ao Burger King, Intercontinental Hotel, Traki e várias outras lojas importantes da Venezuela que aceitam bitcoin.

O anúncio partiu da Cryptobuyer nessa sexta-feira (27), que acrescentou que além de bitcoin, o ethereum, litecoin, tether, DAI, binance coin e o token nativo do Cryptobuyer, XPT, também seriam integrados como métodos de pagamento.

De acordo com uma pesquisa da Chainalysis, a Venezuela é um dos países onde mais as pessoas usam criptomoedas como forma de pagamento. No país, existem Pizza Huts em Caracas, Maracay, Maracaibo e Barquisimeto.

Uso de Bitcoin na Venezuela

A ação faz parte de uma promessa de junho da Cryptobuyer, que afirmou que os venezuelanos veriam mais de 20.000 lojas em todo o país aceitando bitcoin e outras criptomoedas em breve. Isso é possível através da integração do “Cyptobuyer Pay” na plataforma “Merchant Server” da Mega Soft. Mega Soft é um grande processador de pagamentos na Venezuela, com uma média de 18 milhões de transações por mês.

O Cryptobuyer explicou anteriormente que as lojas que usam o Merchant Server têm a capacidade de aceitar mais de 100 criptomoedas devido à aliança da empresa com a exchange de bitcoin japonesa Liquid.

Os estabelecimentos comerciais podem escolher entre vender automaticamente as criptomoedas por moedas fiduciárias ou manter os criptoativos em suas contas. De qualquer forma, é uma tremenda facilidade para os entusiastas de criptomoedas, que não precisam eles mesmo realizarem essa troca para comerem pizza.

Cryptobuyer 

Com sede no Panamá, a Cryptobuyer é uma startup de gateway de criptomoeda que também opera caixas eletrônicos Bitcoin na América do Sul e Central. A empresa já abriu empresas populares para pagamentos cripto, incluindo cadeias de fast food dos EUA como Burger King, Tamanaco Intercontinental Hotel em Caracas e Traki, a maior rede de lojas de varejo do país.,

O início do Bitcoin anda de mãos dadas com o prato básico americano, já que a primeira compra comercial documentada usando a criptomoeda foi um pedido de duas pizzas. Em 22 de maio de 2010, o programador Laszlo Hanyecz concluiu a primeira compra comercial documentada de Bitcoin, pagando 10.000 BTC – agora no valor de cerca de US$ 181 milhões – para que um usuário do fórum Bitcoin Talk lhe enviasse duas pizzas de uma loja Papa John’s nos Estados Unidos.

Leia também:

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Assine nossa newsletter

Fique por dentro das novidades do mundo cripto e outros investimentos.