Trade de Bitcoin – O que é e como começar

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O trade de bitcoin é uma estratégia que cada vez mais chama a atenção no mercado de investimentos. Graças a valorização dessa moeda nos últimos anos, o ativo vem ganhando adeptos no mundo todo.

Mais do que apenas comprar a moeda, investidores procuram as melhores formas de lucrar com o ativo e aí enxergam no trade de bitcoin a possibilidade de aumentar seus rendimentos. Mas, apesar dos possíveis altos retornos, esse tipo de investimento possui riscos e, por isso, é preciso fazer algumas considerações antes de mergulhar nesse universo.

 

O que é bitcoin?

Antes de entrar na parte do trade, vale a pena definir rapidamente o que é bitcoin: trata-se uma moeda digital, ou seja, diferente das moedas como o real, dólar e euro, não possui uma forma física, existe apenas na internet. Apesar disso, ela pode ser usada como qualquer outra moeda, para pagar por bens, serviços e muito mais.

Outra diferença do bitcoin das outras moedas físicas é que essa criptomoeda é descentralizada, isso quer dizer que não existe nenhum órgão ou banco regulador. Toda transação é registrada na blockchain, que assim como o próprio nome diz, funciona como uma corrente de blocos onde estão registradas todas as informações sobre transações, e é essa tecnologia que garante a segurança do processo.

 

Como funciona o trade de Bitcoin?

Chamamos de trade toda operação de compra e venda de ativos no curto prazo. Esses ativos podem ser: ações, câmbio, títulos e criptomoedas como o bitcoin, por exemplo. Trade de bitcoin é como chamamos as relações que envolvem duas pessoas com o objetivo de comprar e/ou vender suas moedas virtuais.

Mas como lucrar com isso? O princípio é muito simples: como o bitcoin está constantemente mudando de valor devido a oferta e demanda do ativo, o objetivo do investidor é comprar bitcoins por um preço e vende-lo quando ele estiver mais valorizado. Dessa forma, ele lucra pela diferença entre os dois preços.

O problema é que a teoria é mais simples do que a prática: por ser um investimento de renda variável, os preços oscilam para cima e para baixo. Ou seja, da mesma forma que o preço do bitcoin pode subir depois que você realizar uma compra, ele também pode cair. Assim, se você erra o momento de realizar um trade, é possível perder dinheiro com essa prática.

 

Quais são as principais características do trade de bitcoin?

Estratégias de trade estão entre as modalidades de maior risco no mundo de investimentos. No entanto, caso sejam realizadas com cuidado e estudo, podem também trazer os melhores retornos.

Quando falamos especificamente de trade de bitcoin, a rentabilidade (e os riscos) podem ser ainda maiores. A principal justificativa para isso está na volatilidade da moeda. Os preços variam muito em um curto espaço de tempo. É bem comum em um único dia a moeda subir (ou cair) 5%. No mercado de ações, por exemplo, às vezes pode demorar meses para o ativo valorizar nessa porcentagem.

Outro ponto importante é que, por ser um mercado descentralizado, as operações ocorrem 24h por dia, 7 dias por semana. Se você quiser negociar ações brasileiras, por exemplo, precisa fazer isso de segunda a sexta-feira, em horário comercial.

 

Onde ocorre o trade de bitcoin?

O processo de compra e venda de bitcoins acontece dentro de exchanges, plataformas digitais que reúnem usuários interessados em negociar essa criptomoeda. É dentro dessas plataformas que você trocará o seu dinheiro físico por bitcoin.

Ou seja, as corretoras de criptomoedas intermediam as negociações. A diferença para uma corretora tradicional é que exchanges trabalham apenas na negociação de criptoativos.

Os trades também podem acontecer entre os próprios investidores, sem o papel de uma exchange, mas esse tipo de transação não garante que as negociações ocorram de forma segura e é bem menos difundido.

 

Por onde começar

Após criar a conta em uma exchange de confiança é hora de criar uma estratégia para as compras e vendas de bitcoins. Existem diversos padrões gráficos que você pode analisar para tentar prever os melhores momentos de comprar ou vender o ativo. Os índices de suporte e resistência ou as médias móveis são alguns desses fatores.

Entretanto, não é uma tarefa fácil prever quando esses momentos certos acontecerão. São inúmeras variáveis a se levar em conta e, mesmo assim, é impossível desenvolver uma estratégia perfeita.

Por isso, aqui na Yappi nós utilizamos uma estratégia criada pelo nosso time de ciências de dados, onde analisamos o histórico de cotações do bitcoin e, por meio de uma série de modelos estatísticos, definimos os melhores momentos para entrar ou sair de uma operação.

Toda essa estratégia é utilizada para programar nosso robô, que automatiza os trades de bitcoin, ou seja faz todo o trabalho por você! Investir na Yappi é uma ótima opção para quem está entrando nesse mundo e também para quem quer ter segurança na hora de realizar um trade.

Embora ainda seja um investimento de risco, nosso histórico mostra que a estratégia tem sido bem consistente. Em nossa opção de menor risco, o rendimento mensal médio tem sido de 4%. Baixe o aplicativo que está disponível para Android e iOS ou agende um horário com nossos especialistas e venha fazer parte desse universo com a gente.

 

 

Leia também:

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Assine nossa newsletter

Fique por dentro das novidades do mundo cripto e outros investimentos.